Sem categoria

EPoGames 2016

Olá pessoal, faz um bom tempo que não posto aqui no blog (aproximadamente um ano e maio). Assim muitos daqueles que acompanhavam as minhas postagem sobre os eventos de desenvolvimento de games que participo já devem ter se esquecido da existência deste blog.

Mas não a o que fazer para recuperar este período em que os posts estarias repletos de memórias recentes e atualmente posso apenas fazer recapitular o que aconteceu durante este período. Também tenho que atualizar as paginas dos meus projetos e portfólio. Assim irei voltar de onde parei. Este post começou a ser redigido em 13 de novembro de 2016 após o II Encontro Potiguar de Jogos, Entretenimento e Educação (EpoGames 2016)

Ele é um evento que congregou três eventos:

  • Movimento Internacional da Hora do Código 2016;
  • 4º Workshop de Jogos Digitais do RN (WJogos-RN 2016);
  • 3º Workshop de Programação de Jogos Digitais no Ensino Básico (WPJDEB 2016).

Em 2016, o EPoGames também terá o prazer de agregar mais dois eventos:

  • 1ª Escola Regional (Norte/Nordeste) de Realidade Virtual;
  • Liga da UFRN de Esportes Eletrônicos.

Durante o evento fiz algumas gravações de algumas palestras que podem ser apreciadas a baixo:

Palestras:

Entre a Dor e a Delícia: Processo de Desenvolvimento de Jogos Digitais na Universidade – Profa. Dra. Lynn Alves (UNEB)

Tecnologias Digitais na Sala de Aula: Desafios e Perspectivas com a Robótica Educacional no Recife – Prof. Esp. Jadson Amorim (Prefeitura da Cidade do Recife)

Palestra: Design de Níveis de Jogos, ministrada pelo Prof. MsC. Tiago Sousa (IFRN) no dia 11/09/2016 durante o EPoGames 2016.

Palestra: Formação na Área de Jogos Digitais, ministrada por Prof. MsC. Rodrigo Motta (Facisa), em  08/11 durante o – EPoGames 2016.

4º Workshop de Jogos Digitais do RN(WJogos-RN 2016):

Também participai do 4º Workshop de Jogos Digitais do RN, mas infelizmente não posso comentar muita coisa sobre ele pois não consegui mas recuperar o link com os jogos em exposição. Eu tinha um arquivo registrando esta parte do evento com maiores detalhes o que posso mostra para vocês e algumas das fotos de alguns momentos capturei.

Teste do HTC Vive:

Uma coisa bastante interessaste que aconteceu foi que a Miranda Computação uma das empresas patrocinadora do evento touce um HTC Vive para que os participantes experimentarem a ralidade virtual. Ele foi o melhor equipamento do tipo que utilizei na época.

Conclusão:

Este é o resumo do que pude me lembra do evento. Nos próximos posts trarei ninfomaníacos sobre alguns projetos novos e mais eventos que ocorreram em 2017 e no primeiro semestre de 2018.

Anúncios